A razão do blogue

Porque escrevo este blogue?

A razão de existir desta página é trazer ou aproximar a realidade do mundo das finanças, orçamento doméstico e investimentos para todos aqueles que se interessam pelo tema, me incluindo neste processo. Este projeto nasceu de um desafio que tracei para mim mesmo de escrever sobre o tema, já que estudo o assunto há aproximadamente 6 anos, e tenho realizado vários objetivos que estavam engavetados há anos, por meio da prática dos ensinamentos estudados, como morar nos Estados Unidos por alguns meses, conhecer e aproveitar a neve, a qual desfrutei no Parque de Farelones, no Chile, onde tive aulas de ski, possibilidade de melhorar patrimônio por meio de investimento em ações e bens móveis entre outras experiências.

Além disso, por duas vezes, consegui sair de dívidas superiores a 20 vezes minha renda mensal, utilizando estratégias simples e honestas, algumas descritas neste blogue. Tendo encarado de frente a pobreza e escassez desde a época da infância, sei o que é ficar sem dinheiro e parecer invisível para si mesmo e para os outros, e, como meio de evitar tais desconfortáveis circunstâncias, este projeto foi criado.

Este site tem por finalidade popularizar a Educação Financeira, trazer mais pessoas para a Bolsa de Valores, onde atualmente contém aproximadamente 1 milhão de pessoas, isto é, menos de 1% da população do Brasil, ao passo que, nos Estados Unidos, estudos apontam que mais de 50% da população adulta investe. Abaixo tem um gráfico que mostra isso:

Quero disponibilizar ferramentas, estratégias, aulas gratuitas e pagas, ampliar o conhecimento do mercado financeiro.

O tema me fascina, pois creio que o Ser Humano nasceu para ser livre, para se expressar com liberdade, para tornar seu potencial de criatividade em plena capacidade, e a Educação Financeira, em especial o universo das finanças, tem plena capacidade de tal realização.

Com o tempo, além de resenhas de livros, planilhas e cálculos os quais o site já possui, quero expandir aspectos e eventos cotidianos, e de temas interligados como empreendedorismo, negócios, investimentos, marketing, produtividade e Inteligência Artificial.

O que refuto, afasto sobre o tema de finanças?

Pirâmides financeiras, métodos de enriquecimento rápido, sem esforço e promessas mirabolantes de “ficar rico rápido”.