Como construir uma carteira de investimento ganhando pouco

porFernando Pinheiro

Como construir uma carteira de investimento ganhando pouco5 min read

O foco deste artigo será como construir uma carteira de investimento ainda que a pessoa ganhe pouco, a fim de descontruir a ideia de que apenas pessoas ricas ou milionárias tem acesso à bolsa de valores. Mostrará também que é perfeitamente viável a construção de um patrimônio com pequenos aportes mensais.

A construção de uma carteira de investimentos não requer, na realidade, muitos esforços, embora para boa parte das pessoas, ainda que estas não saibam, a verdadeira dificuldade não está na quantidade de dinheiro a se investir na bolsa de valores, o que certamente, é um fator válido, mas sim na persistência e regularidade destes investimentos.

Quando comentamos sobre investimentos não estamos falando necessariamente de valores que estão acima da capacidade de pagamento da maioria das pessoas, segundo o IBGE, mais da metade dos trabalhadores do Brasil não ganham mais que um salário mínimo vide a fonte. Sendo assim, dificilmente ou mesmo inaplicável seria considerar o investimento, digamos, de R$2000,00 reais por mês, a menos que estas pessoas fizessem parte de uma classe privilegiada da população.

Isso não significa, em todo caso, que pessoas com renda acima de R$7.000,00 reais por mês consigam formar patrimônio significativo ao longo da vida e consigam tranquilamente pagar por suas despesas, pois neste artigo, podemos ver que 70% das famílias que tem renda superior a 10 salários mínimos apresentam dívidas  no cartão de crédito, considerando dívidas rotativas.

Quanto investir mensalmente para iniciar a construção de patrimônio?

Na tabela abaixo podemos conferir que, com um investimento de apenas R$216,00 se aplicados ao longo de 20 anos, a 0,50% ao mês (metade de 1%) poderíamos conseguir o equivalente a R$100.000,00 – cem mil reais.

O mesmo valor poderia ser conseguido com a metade do tempo, 10 anos, caso conseguisse uma rentabilidade de 1% ao mês e as parcelas fossem aumentadas para R$434,71.

Clique aqui para ver a imagem em tamanho completo

Estas simulações podem ser realizadas por meio de planilhas eletrônicas online disponibilizadas gratuitamente neste blogue por meio deste link.

Que tipo de carteira de investimento devo optar?

Quando falamos de carteira de investimento, esta depende da abordagem, dos objetivos e do grau de risco que cada um está preparado a enfrentar no mundo dos investimentos, portanto, qualquer simulação não se aplica a todos os leitores, serve para entender as variáveis as quais influenciam positiva e negativamente a formação de tal carteira. Por exemplo uma pessoa bem jovem, com menos de 30 anos de idade pode se preocupar com uma carteira agressiva, com foco em renda variável como ações e criptomoedas, ao passo que pessoas de meia idade ou prestes a se aposentar, até mesmo pelo tempo reduzido que teriam no caso de perda de seu patrimônio em investimentos arriscados, podem preferir investimentos menos arriscados como renda fixa, imóveis e ouro, os quais apresentam menor volatilidade do que os ativos citados acima.

Como posso ter acesso ao mercado da bolsa de valores com pequenos aportes mensais?

Agora chegamos propriamente na resposta do título deste artigo.  A tabela acima mostrou, em termos de valores, quanto investir mensalmente para alcançar um patrimônio fictício de R$100.000,00 líquido, em moeda, utilizando-se prioritariamente do fator dos juros compostos, mas, em todo caso, resta a pergunta: mas onde guardar ou investir tais aportes para se chegar ao objetivo simulado de R$100.000,00? uma das alternativas a se considerar é a bolsa de valores! Com pequenos aportes mensais, na maioria das vezes, um pequeno investidor não consegue comprar lotes inteiros de ações, as quais são compostas de 100 unidades, mas sim este optará por frações do ativo, da ação a qual deseja participação, comprando ações no mercado fracionário.

Como comprar ações no mercado fracionário, para formação gradual de patrimônio?

Quando o investidor deseja comprar ações como por exemplo da Vale do Rio Doce, Banco do Brasil ou ainda do Itaú, ele deve colocar na boleta da corretora os respectivos stickers:

VALE3 = valor do lote completo, com 100 ações: R$7.657,00 – cotado em novembro/2020

ITUB4 = valor do lote completo, com 100 ações: R$2.874,00 – cotado em novembro/2020

B3SA3 = valor do lote completo, com 100 ações: R$5.700,00 – cotado em novembro/2020

Esses valores nem sempre são acessíveis para boa parte da população, para aqueles que ganham pouco, a alternativa seria adquirir estas mesmas ações fracionadas, as mesmas devem ser digitadas na boleta da corretora com a letra F na frente, de fracionada, cujos custos seriam significativamente reduzidos, ao mesmo tempo que dá direito integral de possíveis dividendos ou valorização do ativo ao longo do tempo. No caso, vamos supor que uma pessoa compra apenas 10 unidades de cada uma das ações acima, os valores atualizados seriam, portanto:

VALE3 = valor do lote fracionado com 10 ações: R$765, 70 – cotado em novembro/2020

ITUB4 = valor do lote fracionado, com 10 ações: R$287,40 – cotado em novembro/2020

B3SA3 = valor do lote fracionado, com 10 ações: R$570, 00 – cotado em novembro/2020

Print “pit” da clear, área do “swing” trade.

Na tela acima podemos constatar que um usuário digitou, no primeiro quadro, o sticker do lote completo, e no segundo, o sticker do lote fracionado, os preços são os mesmos. Abaixo, o book de ofertas.

Conclusão

Com a compra contínua e consistente, ainda que de pequenos lotes mensais ou trimestrais, o pequeno investidor, que ganha pouco, pode lenta, mas seguramente,  formar patrimônio, por meio da aquisição de lotes fracionários de ações na bolsa de valores, de acordo com seu perfil de investimento. A diversificação e tipo de investimentos formará sua carteira, que ganhará robustez e gerará dividendos ao longo do tempo.

 

Sobre o Autor

Fernando Pinheiro administrator

Fernando Pinheiro é formado em Administração de Empresas com especialização em Gestão Empresarial. Professor convidado em várias Universidades do Noroeste e Norte do Paraná, montou este blogue sobre Finanças e Investimentos para ajudar a você se tornar mais próspero.

Deixe uma resposta