Onde as pessoas e empresas estão investindo seu dinheiro?

porFernando Pinheiro

Onde as pessoas e empresas estão investindo seu dinheiro?4 min read

Segundo o relatório da ANBIMA  – Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais – mais de 40 bilhões de reais foram investidos no mercado de fundos de investimento em 2020, saiba nesta postagem alguns motivos pelos quais isto ocorre.

 

Os fundos de investimentos são produtos financeiros os quais qualquer poupador pode ter acesso, dependendo de seu perfil de investidor, seja este mais ou menos agressivo, isto é, com maior ou menor exposição ao risco.

Os Fundos de investimento, geralmente comercializados por bancos ou corretoras, apresentam dois tipos principais, sendo esses fundos de investimentos em ações e fundos indexados.

  • Vantagens da compra de um fundo de ações: entre as vantagens podemos citar que, a compra de ações individuais pode não ser acessível ao investidor iniciante ou pequeno investidor, haja vista que há ações que, isoladamente, custam mais que R$2000,00, como no caso de ações do exterior de grandes empresas, também a vantagem de economizar tempo, pois um analista irá decidir, baseado em seus conhecimentos teóricos e práticos, qual o melhor custo/benefício de um ativo, o que demanda tempo e energia. Também um fundo de ações tem o benefício da diversificação do portfólio, o que é o mesmo que investir em dezenas, as vezes centenas de ações ao mesmo tempo, pois você irá obter os resultados rateados da soma desses ativos.
  • Desvantagens da compra de um fundo de ações: a desvantagem são as taxas as quais variam de fundo para fundo, estas variam de 1 a 3% ao ano, quando baratos, além disso, alguns destes fundos são tributados sobre o lucro, podendo chegar até 30% os tributos do lucro. Isso afasta investidores pequenos, pois, investir individualmente, até R$20.000,00 (vinte mil reais) isenta o investidor de pagamento de impostos.

           Fundos Indexados, vantagens e desvantagens

Os fundos indexados são investimentos onde o gestor ou analista financeiro busca espelhar o rendimento de um índice, como o IBOVESPA ou o Ibrx 100. O Ibovespa, cujo ativo pode ser comprado e orçado individualmente, é o retrato de aproximadamente 30 ações na bolsa de valores, e é, também, uma das principais referências para se medir o desempenho da bolsa de Valores no Brasil. As vantagens e desvantagens são quase as mesmas do fundo de ações, haja vista que também há neste caso, o pagamento de taxas para o gestor, com a diferença de que neste, há uma gestão passiva de recursos, isto é, o gestor não compra e vende ações como na gestão ativa do do fundo de ações, pois ele já segue um “espelho” das ações que compõe um índice.

O relatório da ANBIMA, dvulgado neste link, para o mês de fevereiro deste ano, mostra que o dinheiro dos poupadores está migrando fortemente para os fundos de ações, nos últimos 12 meses. Os fundos de renda fixa, os quais tem por base o desempenho da taxa SELIC apresenta valor negativo, isto é, o valor dos resgates, em outras palavras, dos saques realizados neste tipo de investimento, é maior do que o montante de aplicações, de aporte.

Isto se explica pela baixa remuneração destes fundos de renda fixa, mesmo que a segurança seja maior para o investidor, pode ter seus rendimentos menores do que a inflação no período.

Enquanto a tabela mostra um valor negativo arredondado de R$70 milhões de reais para a renda fixa, a classe de fundos de ações apresenta valor superior a R$100 milhões de reais neste período de fevereiro de 2020.

Como realizar um investimento em fundos de investimento?

Procure sua corretora ou seu banco, em geral grandes bancos e corretoras oferecem várias opções de fundos de investimentos e, caso esteja apto a pagar pelas taxas administrativas e de desempenho, e este pagamento, somados os impostos da operação for bem inferior aos rendimentos históricos de pelo menos dois anos, vale a pena o risco.

Esta postagem tem o intuito de fazer você conhecer mais de perto o universo dos investimentos no mercado financeiro, suas variáveis e oportunidades, as quais devem ser analisadas e escolhidas de acordo com o perfil de cada investidor, sem comprometimento com empresa, banco ou corretora A ou B. Trata-se de uma provocação para que possamos trazer para o dia a dia recursos e ferramentas que propiciam a liberdade financeira para cidadão comum.

Qual tipo de fundo de investimento gostaria de investir, ou prefere investir isoladamente, ação por ação? deixe seu comentário abaixo

Sobre o Autor

Fernando Pinheiro administrator

Fernando Pinheiro é formado em Administração de Empresas com especialização em Gestão Empresarial. Professor convidado em várias Universidades do Noroeste e Norte do Paraná, montou este blogue sobre Finanças e Investimentos para ajudar a você se tornar mais próspero.

Deixe uma resposta