Resenha do Livro – Faça fortuna com ações antes que seja tarde – Parte 01

porFernando Pinheiro

Resenha do Livro – Faça fortuna com ações antes que seja tarde – Parte 015 min read

Atenção: a resenha não é um resumo, isto é, não representa uma cópia ou análise fiel da obra referenciada, são apenas comentários e observações do livro, caso queira adquirir a obra na íntegra, clicar neste link: e-book da amazon

Faça Fortuna com Ações Antes que Seja TardeLogo no início do livro, o autor mostra uma fórmula de Valuation, exibindo valor real a se pagar em uma ação baseada numa fórmula de regra de 3 e dividendos, Multiplicar o dividendo anual por 100 e dividir por 6 ou multiplicar o dividendo por 16,67, assim chegará no valor ideal, essa taxa é conhecida como cash-yield

O investidor deveria multiplicar o dividendo anual pago pela ação por 100:

 – achar o quanto paga de dividendo atual, e multiplica por 100

Ação A – BBAS3 – 5,2 x 100 = 520 (mas não se enquadra critério ao menos 6% ao ano)

Ação B – TIET11 – 6,6 X 100 = 660

Ação C – MOVI3 – 2 X 100 = 200 (mas não se enquadra critério ao menos 6% ao ano)

Divide por 6

Ação A – ITAS4 – 9 x 100 = 900 / 6 = 150 reais (hoje R$13,27)

ITAS4 – 9 x 16,6 = R$149,4 reais

Ação B – TIET11 – 6,6 X 100 = 660 / 6 = 110 reais (hoje R$12,65)

TIET11 – 6,6 X 16,6 = R$109,56

Ação C – MOVI3 – 2 X 100 = 200 / 6 = 33 REAIS (hoje R$16,50)

MOVI 3 -2 X 16,6 = R$33,20 Reais

Segundo Décio, 95% dos preços das ações negociadas na bolsa são fictícios..muito acima do valor real, que pode ser calculado pela fórmula acima citada

Também afirma, como Benjamin Graham, que, para o investidor não compensa o alto giro de carteira, dada pelas corretoras, que ganham com as taxas e emolumentos, assim o ganho nunca vem para o pequeno, mas sim com a valorização real do papel comprado a preço justo.

Décio Bazin também, afirma que o momento de entrar na bolsa é na baixa, quando os preços estão justos ou subvalorizados, não no momento de euforia, de manada, quando todos estão entrando. Os mais experientes estão vendendo ações neste período.

Bazin cita um estudo de caso de Valuation o qual, num determinado período, o BB poderia ser comprado por 27% da participação das ações, as quais estariam avaliadas em 332 milhões de reais, no entanto, seu valor real ultrapassa 5 bi! O detentor seria dono de centenas de agências, da BB previdência e prédios próprios por uma ninharia.. questão de interpretação de Valuation. Um dos fatores do preço da empresa é seu lucro anual, vender por 3 balanços consecutivos é razoável, 1 ano apenas é pouco, subvalorizados.

Outra dica sobre preço justo dada por Décio Bazin, o qual ressalta o papa dos Investimentos, Benjamin Graham, é que o papel o qual o investidor deve se ater é aquele que gera lucro, dividendos, qualquer outro será mera especulação.

Partindo do princípio que a taxa básica de remuneração da economia seja 6% anual, não seria lógico ao investidor comprar uma ação que remunera abaixo disso, portanto, há um cálculo o qual permite que o investidor saiba se é vantajoso comprar um papel:

1- Não se compra papel onde inexiste a remuneração;

2- seleciona se o ativo, puxa a remuneração total dela ao menos nos últimos 12 meses (dividendos+juros sobre capital) e multiplica este dividendo por 16,67.

3 – se o valor que aparecer for muito maior que a cotação atual, não compre pois está fora dos limites do investimento.

Bazin descarta a ideia de que comprar ações que não pagam dividendos, e que, por isso retém o capital, é bom, na suposição de que estas empresas irão ter o preço aumentado deste ativo mais rapidamente. Ele lembra que nas últimas décadas sobraram empresas que valorizaram se sim, na bolsa, vertiginosamente, mas que, no entanto, não distribuíram se capital aos acionistas, vindo a declarar falência ou serem vendidas a migalhas anos após, sem nunca cumprir suas promessas. A estes investidores o futuro nunca chegou.

Décio mostra que em mercados maduros, como nos EUA, o americano investe basicamente por dois motivos, em títulos, renda fixa para ganhar juros e ações por causa dos dividendos. O primeiro para ter segurança, economia e liquidez, o segundo para fugir do rendimento minguado da aposentadoria.

Também mostra que a taxa básica de juros da economia é o norte até mesmo para ações, no sentido de que qualquer empresa que pague ao menos 5% do capital investido na ação anualmente, ainda é um bom investimento, mas aquelas que não pagam senão isso (facebook por exemplo que nunca dividiu os lucros com investidor pequeno) se torna objeto de colecionador, tendo valor puramente emocional.

A taxa de juros básico da economia é tão valiosa neste quesito que ele da um exemplo que quando a bolsa do Japão quebrou em 92, chegando a 13000 pontos, os verdadeiros analista conseguiam prever que deveria cair ainda mais, pois a média dos preços das ações que balizam o índice daquele país estava ao menos 3X superior ao verdadeiro valor das empresas.

Por exemplo, se a bolsa está média-alta paga-se na ação 100 reais e tem retorno de 7,50 na ação anualmente com dividendos e juros de capital próprio, ok, seria este o valor a receber, aproximadamente se tivesse investido em renda fixa, agora se a bolsa está em média-baixa paga se 50 reais na mesma ação e obtém se o mesmo retorno, isto é 7,50, o investidor estaria recebendo 14% de juros anuais, portanto, o preço da ação estaria barato, compensando migrar para a bolsa, em vez de renda fixa..

Bazin coloca que, para a grande pergunta qual o preço justo a se pagar em uma ação, nada melhor do que a se recorrer a dois índices principais:

1- a empresa deve pagar dividendos, não menos que 6% pois está é a taxa de juros média mundial, se no Brasil se paga 7,5% na renda fixa, não descontando impostos, considere 6% mínimo na renda variável

2- índice P/L que é o tempo ao qual o indivíduo terá de esperar a ter seu capital depois de aplicado. Para tal, logicamente, a empresa terá de ter lucros constantes e distribuição de dividendos. Continua>>>

Sobre o Autor

Fernando Pinheiro administrator

Fernando Pinheiro é formado em Administração de Empresas com especialização em Gestão Empresarial. Professor convidado em várias Universidades do Noroeste e Norte do Paraná, montou este blogue sobre Finanças e Investimentos para ajudar a você se tornar mais próspero.