Resenha do Livro Fator de Enriquecimento – parte 02

porFernando Pinheiro

Resenha do Livro Fator de Enriquecimento – parte 026 min read

Atenção: a resenha não é um resumo, isto é, não representa uma cópia ou análise fiel da obra referenciada, são apenas comentários e observações do livro, caso queira adquirir a obra na íntegra, clicar neste link: e-book da amazon.

[…]

Livro Fator de EnriquecimentoNo livro, comenta uma frase típica de ensinantes de PNL: “Você não é o que diz que é, você não é o que gostaria de ser, muito menos o que dizem que você é. Você é na verdade seus resultados e o seu comportamento mais repetido”.

Vieira pede para seus leitores escreverem as respostas das perguntas que faz no livro. O autor pede para escrevermos ao menos 40 itens aos quais somos gratos, eu escrevi as minhas razões, você pode pensar nas suas, ou imprimir esta página e escrever…

01 –

02 –

03 –

04 –

05 –

06 –

07 –

08 –

09 –

10 –

11 –

12 –

13 –

14 –

15 –

16 –

17 –

18 –

19 –

20 –

21 –

22 –

23 –

24 –

25 –

26 –

27 –

28 –

29 –

30 –

31 –

32 –

33 –

34 –

35 –

36 –

37 –

38 –

39 –

40 –

Aparentemente será difícil preencher a lista toda, se este for seu caso mostrará como a gratidão pode ser um desafio e tanto para as pessoas que não a praticam, mesmo que demore vários minutos ou dias, tente preencher toda a lista e verá que é mais “abençoado” do que imagina, pense nas coisas básicas como o ar que respira, cidade, algum aspecto do corpo ou corpo todo etc..

Passo a passo para uma mentalidade e comportamento de riqueza

Passo 01

Avançando no livro, Paulo comenta, assim como nos autores anteriormente estudados, como O Homem mais Rico da Babilônia, o ato de pagar-se primeiro, esta pode ser implementada, por exemplo, configurando o aplicativo de seu banco para realizar transferência automática da conta do banco para a corretora, ou ainda comprar ativos financeiros os quais periodicamente oferecem juros como cupons do tesouro direto ou ações de boas empresas. Esta atitude se torna importanto como forma de enviar uma mensagem para subconsciente de que é merecedor e que, de fato, a primeira pessoa a receber os benefícios do seu próprio dinheiro, suado, é você mesmo e depois, as pessoas as quais devo, sejam aqueles os quais pago aluguel, fornecem minha alimentação, emprestaram dinheiro etc..

Passo 02

Como segundo passo, haja vista o grau de importância, é a pessoa iniciar, sistematicamente, o processo de doação, filantropia, altruísmo, nem que seja 5%, apenas de sua renda. Mais adiante pode avançar para 10, 15, quiçá 20% da renda para tal. O propósito, como tudo, funciona primeiramente na mente do indivíduo, para depois materializar-se no dia a dia da pessoa, uma forma de fazer conscientemente a partilha, sobrar para compartilhar com terceiros, sejam parentes ou outros terceiros, necesitados por exemplo.

Imagine que, tomando tal medida, uma ou outra hora, por meio do beneficiado ou não, haverá o efetivo retorno de tais ações, pela lei da reciprocidade a qual biblicamente retorna centenas de vezes aumentada.

Passo 03

Outra dica super importante de Paulo, é o de pagar todas as contas, a fim de deixar a prosperidade e riqueza entrar, bem como obter maiores créditos junto aos bancos e corretoras com finalidade de multiplicação e compartilhamento.

Usar pelo menos 10% da renda para pagar todas as contas, não ultrapassar de forma nenhuma 50%, pois assim outras áreas, como o de abundar, investir e doar ficam minimizadas, não deixando o ciclo da riqueza fluir livremente.

Passo 04

Poupar e investir para a realização de metas é o quarto passo citado por ele, uma vez que não adianta o fulano ganhar 100 mil reais por mês se, além de gastar mais do que ganhar, não poupar nada ou ainda poupar mas não ver os ganhos com tal capital, como na poupança que somente faz um ajuste para o dinheiro não ser corroído pela inflação. Recomenda investimento em ações, títulos do tesouro, negócios imobiliários, este último onde têm mais experiência.

Recomenda o usufruto do benefício dos investimentos bem feitos, como fazer uma viagem, um safári, um tour internacional, pois, baseado em pesquisas científicas, as pessoas têm mais contentamento e felicidade ao usufruir experiências marcantes do que receber itens, ou seja, o ter, como um celular novo ou camiseta.

Passo 05

Abundar, que nada mais é do que o coroamento das reservas financeiras mensais, ou seja, realizar uma viagem de curta distância, se hospedar por um dia em um hotel de luxo, comer no melhor restaurante da cidade, devem fazer parte da rotina de pessoas que almejam o sucesso e experiências enriquecedoras. Desta forma, afirma Paulo, a consciência se expande e procura novas e instigantes experiências, nunca voltando ao tamanho original, lembrando que é uma forma de amar-se, de provar para si mesmo que a Terra é um lugar bom de se viver, trazendo experiências as quais formam o que em psicologia se fala em recompensas positivas, a fim de perpetuar os esforços no sentido da liberdade financeira e profissional.

O autor não comenta como um passo separado, em si, mas, com estudos realizados anteriormente, colocaria como uma das coisas mais importantes fazer uma verdadeira caça às bruxas dos gastos desnecessários, das compras e contas que mais assolam o orçamento doméstico.

Como na grande maioria das famílias, gasto com alimentação, moradia e transporte geralmente consomem mais da metade do orçamento, seria excelente começar por aí.

Interessante ressaltar no capítulo 06 do livro Fator de enriquecimento, os detalhes sobre o cérebro humano que Paulo comenta, a respeito do lado esquerdo e direito do cérebro, como hemisfério esquerdo o lado matemático e cognitivo..e o hemisfério direito o lado emocional, não racional…Não adianta ler e estudar tabelas e gráficos, possuir um 3 faculdades diferentes se não houver um sistema de crenças de identidade, merecimento e capacidade para se atingir a riqueza, as sinapses neurais que formam uma rede intrincada de ligações cerebrais associando eventos passados, desde a infância até a fase adulta sobre o dinheiro sempre falarão alto se decaímos, continuamos no mesmo patamar ou evoluímos financeiramente

“Pessoas equilibradas vão de fato as lojas comprar o que efetivamente precisam, e pessoas carentes vão as lojas comprar algo que as fazem sentir bem, a riqueza é a ausência da necessidade”.

Paulo comenta um história de um casal que passa das crenças limitantes para uma crença de prosperidade, de riqueza, de gratidão até pelas posses de outros…aprenderam a poupar e gastar somente com o necessário e encontraram a riqueza na substituição de hábitos ruins como vitimização e desculpas, inveja e reclamações para investimento neles mesmos, na sua educação e formação. Continua>>>

Sobre o Autor

Fernando Pinheiro administrator

Fernando Pinheiro é formado em Administração de Empresas com especialização em Gestão Empresarial. Professor convidado em várias Universidades do Noroeste e Norte do Paraná, montou este blogue sobre Finanças e Investimentos para ajudar a você se tornar mais próspero.