Vantagens e desvantagens de investir em ouro

porFernando Pinheiro

Vantagens e desvantagens de investir em ouro6 min read

Neste post você aprenderá quais vantagens e desvantagens de investir em ouro, vai entender porque ainda é considerado um bom investimento, em especial em épocas de crise, bem como como comprar o ouro em suas diversas formas de aquisição.

Por que investir em ouro? vale a pena?

Como muitos outros ativos que você pode escolher para investir, o ouro é uma mercadoria. No entanto, as pessoas tendem a colocar sua fé no ouro mais prontamente do que em outros ativos, já que o ouro é uma das mercadorias mais antigas do mundo.

Você pode investir em ouro de várias maneiras diferentes. Existem opções entre investimentos físicos, virtuais e adjacentes em ouro. Certifique-se de aprender as diferenças entre esses tipos de investimentos (e seus riscos e retornos potenciais) antes de começar a comprar ouro de qualquer forma.

O valor do ouro pode mudar rápida e frequentemente. Essas mudanças tornam os investimentos baseados em ouro uma escolha ruim para pessoas que estão ansiosas com o desempenho do dia-a-dia. Portanto, você só deve investir em ouro se conseguir lidar com uma jornada acidentada que promete momentos de risco, mas promete um retorno potencial substancial no final da estrada.

Ouro como uma proteção contra a desvalorização do real

A ideia de que o ouro preserva a riqueza, é ainda mais importante em um ambiente econômico em que os investidores enfrentam a queda do valor do real e o aumento da inflação. Historicamente, o ouro tem servido como proteção contra esses dois cenários. Com o aumento da inflação, o ouro normalmente se valoriza. Quando os investidores perceberem que seu dinheiro está perdendo valor, eles começarão a posicionar seus investimentos em um ativo tangível que tradicionalmente mantém seu valor.

Ouro como um refúgio seguro

Quer sejam as tensões no Oriente Médio, na África ou em qualquer outro lugar, está se tornando cada vez mais óbvio que a incerteza política e econômica é outra realidade de nosso ambiente econômico moderno. Por esse motivo, os investidores costumam ver o ouro como um porto seguro em tempos de incerteza política e econômica. Por que é isso? Bem, a história está cheia de impérios em colapso, golpes políticos e o colapso de moedas. Durante essas épocas, os investidores que possuíam ouro conseguiram proteger com sucesso sua riqueza e, em alguns casos, até mesmo usar a mercadoria para escapar de toda a turbulência. Consequentemente, sempre que há notícias de eventos que sugerem algum tipo de incerteza econômica global, os investidores costumam comprar ouro como um porto seguro.

Ouro como um investimento que diversifica a carteira

Em geral, o ouro é visto como um investimento diversificador. É claro que o ouro tem servido historicamente como um investimento que pode adicionar um componente diversificador ao seu portfólio, independentemente de você estar preocupado com a inflação, com a queda do real frente ao dólar ou até mesmo protegendo seu patrimônio.

Quais são as desvantagens de investir em ouro?

Se você investir em ouro, considere as seguintes armadilhas para certos tipos de investimentos em ouro:

  • Investir em barras de ouro ou moedas significa que você precisará armazená-los.
  • Os certificados de ouro não alocados podem desaparecer se um banco entrar em liquidação.
  • Comprar joias de ouro como um investimento pode levar tempo e muitas tentativas e erros.
  • Investir em ouro pode ser uma escolha ruim se você não tiver tempo ou paciência para ver seu investimento amadurecer. Você pode querer adiar o investimento em ouro se precisar de retornos rápidos ou se não tiver capital para um investimento significativo.

Como o preço do ouro é determinado?

O ouro, como qualquer outra mercadoria, é afetado pela oferta e demanda. Quando mais pessoas compram ouro, o preço sobe, e quando os investidores vendem ouro, o preço cai. A maioria das commodities sobe e desce em ondas à medida que mais de um produto entra no mercado, mas o ouro pode cair e subir na direção oposta.

O motivo pelo qual o ouro pode se comportar de maneira diferente de outras mercadorias é que o metal precioso inspira confiança. Quando outras commodities começam a falhar, as pessoas correm para comprar ouro porque acreditam que seu valor continuará alto. Essa demanda eleva os preços, criando automaticamente o efeito desejado e reforçando a confiança no ouro.

Acompanhe a evolução do preço do ouro no gráfico abaixo

 

Como adquirir o ativo?

Uma das principais diferenças entre investir em ouro há várias centenas de anos e hoje é que existem muito mais opções de investimento, tais como:

  • Moedas de ouro
  • Empresas que mineram Ouro (papéis)
  • Gold ETFs (papéis)
  • Gold Mutual Funds (papéis)
  • Gold Bullion (barras)
  • Jóias de ouro

Como você pode entender, no Brasil ainda é um mercado incipiente para comércio de ouro, em suas variantes, a maioria dos papéis listados acima são comercializados em dólares, pois são comprados fora do Brasil, a menos que queira comprar diretamente de detentores do ouro, como aqueles que possuem jóias, moedas ou barras de ouro.

Comprando ouro na Bolsa

Em suma, na Bolsa de Valores de São Paulo – B3, são oferecidos três contratos diferentes relacionados à operações de ouro. A diferença entre os contratos é basicamente a quantidade de ouro negociada em cada contrato.

Todos contratos de ouro podem ser comprados via home broker, através de seu sticker (código).

OZ1D – Ouro 250g
Esse contrato é o lote padrão dos contratos de ouro e essa é a única opção na qual o investidor pode optar por levar o ouro para casa. Na data de hoje, em novembro de 2020, esta opção só está disponível se o investidor dispuser de pouco mais de R$50.000,00

OZ2D – Ouro 10g
Esse contrato corresponde a uma fração do contrato padrão. Não há a opção de retirar o ouro, nesse caso. Esse contrato possui, portanto, menor liquidez. Neste caso, neste mês de novembro de 2020, para operar com este ativo o investidor precisa de pouco mais de R$350,00 para operar.

OZ3D – Ouro 0,225g
Esse contrato é semelhante ao OZ2D, sendo que a única diferença é o valor fracionado.

Esta documentação pode ser vista aqui.

 

Comprando Ouro em DTVM, a fim de receber no conforto de sua casa

Agora, se a opção for levar o ouro para casa, a saída é negociar diretamente com empresas como Ouro Minas DTVM e Marsam DTVM, que são distribuidoras do metal, e não exigem custódia em bancos.

Conclusão

Chamamos o ouro de investimento, mas na verdade, se trata de uma reserva de valor, não gera dividendos, mas, como seu valor cresce muitas vezes acima da inflação, para ser mais claro, quanto maior a inflação maior seu preço, o ouro pode ser visto como uma ótima maneira de proteger o capital, salvaguardar o patrimônio, ainda que apresente riscos como possibilidade de roubos e não transformação imediata em dinheiro, caso o tenha em barras ou moedas. Se o seu principal interesse é usar a alavancagem para lucrar com a alta dos preços do ouro, o mercado futuro pode ser sua resposta, mas observe que há um risco considerável associado a quaisquer participações baseadas na alavancagem.

 

 

Sobre o Autor

Fernando Pinheiro administrator

Fernando Pinheiro é formado em Administração de Empresas com especialização em Gestão Empresarial. Professor convidado em várias Universidades do Noroeste e Norte do Paraná, montou este blogue sobre Finanças e Investimentos para ajudar a você se tornar mais próspero.

Deixe uma resposta